Pular para o conteúdo
Início » A MÍDIA INCENTIVA O CONSUMO DE INSETOS – QUEM GANHA COM ISSO?

A MÍDIA INCENTIVA O CONSUMO DE INSETOS – QUEM GANHA COM ISSO?

A BBC fez uma publicação sobre o poder nutritivo de insetos e a importância de o mundo ocidental aceitá-los como fonte alimentícia. No Brasil, a publicação foi replicada nessa semana por veículos como Folha de S. Paulo, G1 e Uol, que reforçaram a mensagem de que cultivar insetos como nova fonte de proteína pode resolver tanto a insegurança alimentar quanto a crise climática mundial.

As notícias indicam que, no futuro, insetos e outras fontes alternativas de proteína serão a base da nossa alimentação, reforçando que 2.000 espécies já são consumidas na Ásia, América do Sul e África. O direcionamento da mídia é em relação ao aquecimento global causado pelo alto consumo de carne e o aumento de fome no mundo, problemas que seriam solucionados pela aceitação do consumo de insetos pelo Ocidente.

O novo consumo poderia diminuir a dependência mundial por gados, pastos, ração animal e investimentos pecuários em geral. Veja abaixo alguns fatos que indicam quem lucra com a venda de insetos para consumo humano:

  • A ONU define que vacas somam 14,5% da emissão de gases do efeito estufa e incentiva diminuição do consumo de carne como solução para a crise climática;
  • A maior fazenda de insetos do mundo, Ÿnsect, está localizada na França e é financiada pelos governos francês e chinês e tem apoio institucional da ONU;
  • A empresa All Things Bugs, que desenvolve tecnologias para melhorar a segurança alimentar e saúde mundial a partir de insetos, foi financiada pela Fundação Bill e Melinda Gates;
  • Bill Gates investe em empresas de substitutos vegetais para carnes, como Impossible Foods, Beyond Meet e Nature’s Fynd, que utilizam vegetais e fungos para desenvolver proteínas nutritivas que são vendidas em formato de alimentos como hambúrguer, salsicha e iogurte;
  • Bill Gates deu uma entrevista ao programa 60 Minutes para promover seu novo livro, How to Avoid Climate Disaster (como evitar o desastre climático) e disse que insetos e fungos são as fontes alternativas de proteína que precisamos para evitar o aquecimento global
  • Protix Biosystems, empresa holandesa com produção mais antiga de insetos para consumo humano, é financiada pelo Rabobank, líder global em financiamento agrícola

 

Nota deste site: Globalistas (NOM), ONU, OMS, Illuminati e demais atores e empresas por trás da falsa pandemia, simplesmente criam narrativas (inventam “problemas”) para justificar as suas ações contra a humanidade. Antes eles chamavam de “aquecimento global”, deu errado, pois o planeta não está aquecendo, e sim, esfriando, e agora eles chamam de mudanças climáticas. Da mesma forma eles inventaram uma “crise alimentar” para justificar que a humanidade deva consumir insetos. Eles fazem tudo que podem para criar caos e medo. O objetivo de diminuir a população global está avançando com muita velocidade devido ao stress e estado de medo que eles conseguiram colocar a humanidade.

Principais fontes:

BBC – https://www.bbc.com/future/article/20210420-the-protein-rich-superfood-most-europeans-wont-eat

Folha de S. Paulo – https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/1702649832981391-insetos-o-alimento-supernutritivo-desprezado-pelo-mundo-ocidental

G1 – https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2021/06/15/insetos-o-alimento-supernutritivo-desprezado-pelo-mundo-ocidental.ghtml

UOL – https://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2021/06/15/insetos-alimento-supernutritivo-desprezado-pelo-mundo-ocidental.htm#:~:text=Mas%20mesmo%20que%20o%20simples,parte%20importante%20de%20nossa%20alimenta%C3%A7%C3%A3o

Green Queen – https://www.greenqueen.com.hk/bill-gates-60-mins-interview-new-book-makes-clear-alternative-protein-crucial-to-solve-climate-crisis/

Protix Biosystems – https://www.crunchbase.com/organization/protix-biosystems

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×