Pular para o conteúdo
Início » A QUALIDADE DAS MOLÉCULAS DA ÁGUA NAS SUAS CÉLULAS É O FATOR RESPONSÁVEL PELO COVID 19

A QUALIDADE DAS MOLÉCULAS DA ÁGUA NAS SUAS CÉLULAS É O FATOR RESPONSÁVEL PELO COVID 19

Anthonio Magalhães: Quem fez os meus cursos online de AOQ e Anthonomia, lembra das lições sobre o acúmulo no seu corpo da energia gerada pelo seu modus operandi. Também tivemos lições que falam sobre hormônios, neurotransmissores, células, moléculas e átomos que funcionam de acordo com a energia gerada pelo seu corpo. Sendo assim, para estes, os conteúdos abaixo vão ficar muito mais claros.

Lockdown = pessoas confinadas = usando smartphones

Nunca existiu contágio por aproximação, pois não há, de fato, um vírus contagioso.

Tudo que cada humano fala, faz e pensa, ou um simples piscar de olhos, gera energia. Estas energias junto com outras que o corpo humano gera, porta ou acumula, somam-se e estabelecem o nível vibratório do indivíduo, ou também pode ser chamado de nível energético que é a soma de todas as energias processadas, geradas e acumuladas pelo corpo humano.

O epicentro das energias no corpo físico humano é a partir do seu cérebro que, entre muitas atribuições, ele funciona como uma potente antena. Sim, uma antena que recebe (ancora) e também irradia (contamina).

O espectro eletromagnético nos mostra os tipos de ondas eletromagnéticas, que são classificadas pela sua frequência de oscilação ou pelo seu comprimento de onda. As ondas de menor frequência são as ondas de rádio, e as de maior frequência são as que correspondem à radiação gama. Entre esses dois extremos do espectro eletromagnético existem outros tipos de ondas como as microondas, a radiação infravermelha, a luz visível, o raio ultravioleta e o raio X.

As microondas têm por característica atravessar a ionosfera e por isso são amplamente utilizadas nas transmissões de radar. O exemplo muito comum da sua utilização é o forno de microondas. Quando ligado, esse aparelho emite ondas que irão fazer vibrar as moléculas de água dos alimentos ocasionando um aumento de sua temperatura e, consequentemente, o seu cozimento.

O 5G gera microondas de altíssima frequência com consequências para o seu corpo físico a partir das suas células.

Como está a qualidade da água das suas células?

O eletromagnetismo gerado por microondas promove uma “faxina” nas suas células envenenadas por sua alimentação, hábitos, práticas e, sobretudo, a energia gerada pelo seu modus operandi. É justamente esta “faxina” que faz parecer um vírus ou uma doença pandêmica, pois as radiações estão potencializadas para todos. A diferença entre os indivíduos está no nível vibratório e o histórico de vida de cada um. Ou seja, hoje você é vibratoriamente o resultado do que foi uma vida inteira. As suas crenças e conceitos são base do seu modus operandi e consequentemente resultam no seu nível vibratório.

Logo abaixo vou colocar alguns trechos dos:

EFEITOS BIOLÓGICOS DAS RADIAÇÕES MICROONDAS E RADIOFREQUÊNCIA

Propagando-se através de um meio biológico, as ondas eletromagnéticas interagem com ele, ocorrendo uma transferência de energia. Nas radiações de microondas e radiofrequência, a principal troca de energia ocorre entre o campo elétrico e as moléculas polares de água.

Consequentemente, tecidos, como músculos e pele (com alto conteúdo de água), absorvem relativamente maior quantidade de energia do que o tecido adiposo ou ósseo, de baixo conteúdo de água.

A energia da radiação absorvida pelo material biológico transforma-se em energia cinética das moléculas, produzindo o seu aquecimento. O aumento de temperatura pode ser difuso ou limitar-se a um determinado sítio anatômico específico.

Conforme já descrito, a maior parte da energia da radiação de microondas ou radiofrequência absorvida por um sistema biológico se converte em calor, causando interferência no funcionamento do sistema vivo. Contudo, nem todos os efeitos das radiações de micro­ondas e radiofrequência podem ser explicados pelos mecanismos biofísicos de absorção de energia e conversão em calor.

Já foi demonstrado, tanto teórica quanto experimentalmente, que outros tipos de conversão de energia são possíveis (WHO, 1981).

Os efeitos biológicos causados pela exposição a radiações eletromagnéticas são usualmente designados como térmicos e não-térmicos. Os efeitos térmicos são aqueles cujas alterações são causadas pelo aquecimento do organismo e podem ser obtidos usando-se técnicas convencionais de aquecimento. Os efeitos não-térmicos são os devidos à interação direta do campo eletromagnético da radiação com o organismo.

De acordo com as evidências disponíveis, o efeito mais significativo da absorção de radiação eletromagnética é a conversão de energia absorvida em calor.

Prejuízos resultantes de exposições a altos níveis de radiação foram estudados em animais, notando-se variações de lesões locais e necrose, até intensos estresses por hipertermia.

Além disso, lesões foram encontradas nos órgãos internos de animais expostos por prolongados períodos de tempo, durante os quais não se constatou nenhum aumento significativo da temperatura corporal nern fo­ram observados sinais de desconforto (WHO,1981).

Atualmente há evidências comprovadas de efeitos biológicos causados por campos eletromagnéticos, de intensidade suficientemente baixa que não justificam um possível aumento significativo de temperatura.

Os efeitos não-térmicos ou específicos são mais difíceis de serem detectados que os térmicos. Essa dificuldade se deve à natureza da resposta do organismo e à falta de explicações sobre o mecanismo causador do efeito. Os efeitos desse tipo mais frequentemente relatados são de ordem neurológica.

Link para acessar o estudo completo: http://www.profcordella.com.br/unisanta/textos/fqa32_efeitos_bio_radiacoes_eletromag.htm

É o aumento do eletromagnetismo que estimula as células a expelirem os acúmulos humanos por conta do seu modus operandi. Os sintomas e doença são reais, mas não é um vírus, ou seja, não há pandemia viral e não existe contágio entre humanos. É tão somente o aumento do eletromagnetismo dentro das camadas eletromagnéticas chamadas heliosfera, magnetosfera e ionosfera, ou seja, dentro da prisão eletromagnética colocaram dispositivos de microoodas muito potentes com poderosas antenas em toda a superfície.

Este é um processo de cozimento da humanidade no forno microondas.

É importante você saber que os efeitos das microondas do 5G nas suas células, são potencializados acima de 500% por smartphones e redes wi-fi quando próximos ao seu corpo físico.

Eu espero que aqueles que fizeram os cursos agora alcancem porque aplicamos tantos exercícios em favor da sua elevação vibratória.

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×