Pular para o conteúdo
Início » CAMPANHA COM ESTRELAS DE HOLLYWOOD PARA ESTABELECIMENTOS “SEGUROS” CONTRA COVID 19

CAMPANHA COM ESTRELAS DE HOLLYWOOD PARA ESTABELECIMENTOS “SEGUROS” CONTRA COVID 19

Com direção do Spike Lee, a campanha repleta de artistas famosos procura incentivar a conscientização de práticas para promover espaços internos mais saudáveis e seguros através da WELL Health-Safety Rating.

Os embaixadores (artistas e famosos) encorajam as pessoas a procurar estabelecimentos e espaços com o selo WELL Health-Safety em suas janelas ou portas para que se sintam mais confiantes em sua decisão de entrar em um desses locais.

Esta campanha publicitária nacional, a primeira do International WELL Building Institute (IWBI), a autoridade global sobre como podemos usar nossos estabelecimentos e comunidades para promover a saúde e o bem-estar das pessoas em áreas internas, explica a importância da saúde e segurança no projeto de construções e operações de edifícios, assim como a política organizacional, e esclarece o que os embaixadores em destaques mais perderam durante a pandemia.

A WELL Health-Safety Rating examina 22 recursos em cinco áreas principais, como procedimentos de limpeza e higienização, programas de preparação para emergências, recursos de serviços de saúde, controle da qualidade do ar e da água e também envolvimento e comunicação das partes interessadas, e exige que um mínimo de 15 critérios sejam atendidos para se alcançar a classificação e receber o selo WELL Health-Safety.

Nota deste site: A empresa que oferece o selo nos estabelecimentos comerciais, diz que desenvolve nos estabelecimentos contratados pelo menos 15 conceitos de saúde. Tanto os estabelecimentos e a empresa, na prática, só têm um foco: covid 19.

E assim começa as preferências dos vacinados que discriminam os “não vacinados”. O objetivo é só esse, pois a campanha quer favorecer quem se vacinou e os comerciantes querem um selo que aumente o seu faturamento pelos supostos procedimentos de higiene e saúde. Prepare-se, pois isso vai chegar muito rápido no Brasil. Prepare-se também para muitos outros serviços e procedimentos para isolar e marginalizar os “não vacinados”. Hoje, no Brasil, várias empresas estão exigindo e condicionando o emprego do seu funcionário à vacinação, ou melhor, ou se vacina ou será demitido.

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×