Pular para o conteúdo
Início » E-MAILS VAZADOS – ÁTOMOS DE FERRO NA COMPOSIÇÃO DO CORONAVÍRUS

E-MAILS VAZADOS – ÁTOMOS DE FERRO NA COMPOSIÇÃO DO CORONAVÍRUS

Por Vitor Schneider (Time 320)

Clayton Conger investigou e descobriu que os vírus do coronavírus contém átomos de ferro em sua composição. Então sugeriu ao Dr. Fauci para estudar uma experimentação colocando um minúsculo ímã nos pulmões de uma vítima para ver se ele pode reunir os vírus que circulam na vítima.

De: Clayton Conger
Para: Anthony Fauci
08 de março de 2020
Assunto: Contrariando COVID-19

TRADUÇÃO:

Caro Dr. Fauci:

Ocorreu-me que se os vírus contivessem um átomo de ferro, talvez uma forma de tratamento magnético pudesse interromper ou reduzir a gravidade do vírus COVID-19, então investiguei e descobri que os vírus têm um átomo de ferro. Minha sugestão é que a experimentação nas vítimas do vírus seja conduzida, talvez inserindo um minúsculo ímã em seus pulmões para ver se ele pode reunir os vírus que circulam na vítima. Talvez a aplicação externa de magnetismo funcione também, tenho certeza que seus cientistas terão abordagens ainda melhores para resolver esse problema. Sou um problema em resolver, tendo publicado um livro que resolve muitos dos problemas da Terra: “Pensando fora do forno – Conceitos concomitantes e soluções sinérgicas para o século 21” (disponível na Barnes & Noble e Amazon). Estou trabalhando em uma sequência e, se você achar minha ideia útil, incluirei um capítulo sobre ela.

Muito respeitosamente,
Ned Conger

 

Tradução: Vitor Schneider

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×