Pular para o conteúdo
Início » E-MAILS VAZADOS – SEMELHANÇA DO CORONAVÍRUS COM A GRIPE ESPANHOLA

E-MAILS VAZADOS – SEMELHANÇA DO CORONAVÍRUS COM A GRIPE ESPANHOLA

Por Vitor Schneider (Time 320)

Lars Nielsen, especialista em microbiologia médica e virologia, compara os casos fatais do coronavírus com os casos fatais da pandemia de 1918 (gripe espanhola), e destaca que as vítimas de ambas as gripes sofreram pneumonia causada por uma superinfecção bacteriana. Aos que acompanham estes e-mails, sabem que esta “semelhança” não é mera coincidência.

De: Lars Nielsen
Para: Anthony Fauci
06 de março de 2020
Assunto: Vacinação contra pneumococo em relação à infecção por coronavírus.

TRADUÇÃO:

Caro Anthony Fauci,

Pelo que entendi, os casos fatais de covid-19 desenvolvem pneumonia após vários dias de sintomas de infecção viral aguda.

Desse modo, a presente infecção por coronavírus é muito parecida com nossas infecções fatais atuais e anteriores do vírus da gripe. Na pandemia de 1918, muitos, senão a maioria dos casos fatais, foram causados ​​por superinfecção bacteriana com estreptococos hemolíticos e pneumococos. O primeiro é bastante sossegado agora, mas as infecções pneumocócicas são comuns.

Devemos aconselhar pessoas com mais de 65 anos, bem como pessoas com doenças crônicas com risco aumentado de doenças fatais de coronavírus, a serem vacinadas contra pneumococo agora?

Meus melhores cumprimentos e obrigado por sua contribuição significativa para medicamentos e infecções inflamatórias.

Lars P. Nielsen, M.D.
Especialista em Microbiologia Médica e Virologia
Ex-chefe do Laboratório Nacional de Influenza da Dinamarca.

 

Tradução: Vitor Schneider

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×