Pular para o conteúdo
Início » ESPECIALISTA EM SAÚDE DIZ QUE PESSOAS VACINADAS ESTÃO ESPALHANDO A VARIANTE DELTA

ESPECIALISTA EM SAÚDE DIZ QUE PESSOAS VACINADAS ESTÃO ESPALHANDO A VARIANTE DELTA

Como alguns estados relatam aumentos acentuados nas infecções por COVID-19, enquanto a variante delta se torna a cepa mais comum nos Estados Unidos, especialistas em saúde pública estão incentivando mais vacinações para ajudar a conter a transmissão.

Alguns especialistas, entretanto, alertam que indivíduos vacinados ainda podem ser capazes de contrair e transmitir COVID-19.

Em declarações ao Insider, Christopher Murray, diretor do Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde, disse que não testar pessoas vacinadas – como recomenda o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos – pode estar negligenciando algumas transmissões. 

“Na verdade, temos estados onde as hospitalizações estão aumentando mais do que os casos”, disse Murray, acrescentando que “provavelmente estamos perdendo um monte de transmissão em indivíduos vacinados”.

Dados nacionais indicam que mais de 30 estados continuam a observar aumentos no número de infecções por COVID-19. Os especialistas atribuem isso às lacunas nas vacinações e ao aumento da variante delta contagiosa. 

Embora as vacinas sejam benéficas na prevenção de infecções graves, contração do vírus e transmissão de COVID-19, os indivíduos vacinados nunca estão completamente protegidos contra COVID-19. Infecções disruptivas são possíveis e a taxa de infectividade delta ainda é muito alta.

“Essa é a parte assustadora”, disse Hugh Cassiere, diretor de serviços de cuidados intensivos do Hospital Sandra Atlas Bass Heart no North Shore University Hospital, em Long Island, Nova York, à NBC . “Delta tem uma taxa de infectividade tão alta.”

Outros dados provenientes de Israel sugerem que a vacina Pfizer é menos eficaz contra infecções causadas pela variante delta, o que pode explicar o aumento da infecção nos Estados Unidos, apesar das vacinações generalizadas.  

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×