Pular para o conteúdo
Início » VACINADOS ESTÃO ESPALHANDO COVID

VACINADOS ESTÃO ESPALHANDO COVID

Estatísticas provenientes de vários países mostram que pessoas vacinadas estão espalhando Covid, conforme aumentam as evidências de que a vacina está, na verdade, causando variantes virais e infecções, como os especialistas previram. Em Gibraltar, uma península na Espanha, quase 99% da população está totalmente vacinada, segundo informações fornecidas pelo Google.

Apesar da alta taxa de vacinação, os casos de Covid parecem estar aumentando em 2.500% ao dia. Os dados são consistentes com as estatísticas vistas em Israel, que mostram a suposta variante Delta em alta, apesar de a maioria da população estar totalmente vacinada. Foi relatado pela mídia israelense que as pessoas que já estiveram infectadas com Covid tinham 7 vezes menos probabilidade de serem reinfectadas do que aquelas que foram vacinadas, falando sobre o poder da imunidade natural.

Da mesma forma, na Islândia, uma ilha onde quase toda a população adulta é vacinada , os casos de Covid também estão aumentando. “O país é um paraíso para os vacinadores” , relatou o jornalista Alex Berensen. “90% das pessoas com 40-70 anos e 98% das pessoas com mais de 70 anos estão totalmente vacinadas.” Na terça-feira, o epidemiologista chefe da Islândia chegou a sugerir que algumas restrições de bloqueio do COVID-19 poderiam permanecer em vigor por até 15 anos.

Mas as “cura” das vacinas não iam fornecer a “liberdade”? Os vacinados estão espalhando o vírus e os políticos e burocratas na folha de pagamento da Big Pharma querem impor a vacinação obrigatória. E os covidiotas ainda acreditam que as “autoridades” estão “salvando vidas”.

Cingapura emergiu como mais um país onde os vacinados parecem estar espalhando Covid, com o governo revelando que cerca de três quartos das novas infecções por Covid-19 foram causadas por pessoas vacinadas. A evidência sugere que a vacina está realmente espalhando doenças em mais países do que apenas os Estados Unidos. Com estatísticas como essas, é fácil ver por que tantos hesitariam ou se recusariam abertamente a receber a vacina experimental.

Enquanto isso, na Suécia, onde o governo não está exigindo uso de máscaras faciais, distanciamento social e lockdowns sem fim, houve zero mortes de Covid. Na Suécia a empresas e escolas estão abertas quase sem restrições desde o início da falsa pandemia. Hoje o país é mais livre e saudável do que qualquer outro país da Europa, provando que toda essa histeria pandêmica não passa de um golpe.

Milhões de covidiotas aceitaram ser ratos de laboratório de “vacinas” que só estarão completamente testados em 2023. Se for intimidado pelas “autoridades” a tomar uma vacina experimental feita as pressas para encher os bolsos de Bill Gates, Big Pharma e políticos corruptos, apenas diga que vai aguardar os testes terminarem.

Os testes da Pfizer serão concluídos em Janeiro de 2023.
Os testes da Moderna serão concluídos em Dezembro de 2023.
Os testes da AstraZeneca serão concluídos em Fevereiro de 2023.

Lembrando que as “autoridades” blindaram os fabricantes de vacinas de serem processados pelos vacinados que tiverem sintomas graves ou morreram por causa da “cura”. Se o vacinado vier a desenvolver sintomas graves em dias, semanas ou meses, ele que se dane. Ao vacinado fica o prejuízo à saúde, enquanto o lucro fica com quem mesmo? Olha que notícias interessantes sobre a Pfizer:

No maior acordo de fraude no setor de saúde da história dos EUA, a gigante farmacêutica Pfizer deve pagar US $ 2,3 bilhões para resolver as alegações criminais e civis de que a empresa promoveu ilegalmente o uso de quatro de seus medicamentos.

Pfizer é acusada de “chantagear” governos latino-americanos em negociações da vacina, pedindo a alguns países que colocassem seus ativos soberanos, que incluem edifícios de embaixadas e bases militares, como garantia contra o custo de futuros processos judiciais por efeitos colaterais.

 

Fonte: Humans are Free

Compartilhe

Entre em contato com a gente!

×